quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

As transformações da China são as transformações do mundo

Conferência da ONU sobre as Mudanças Climáticas de Paris entra na segunda fase











A Conferência da ONU sobre as Mudanças Climáticas em Paris entrou nesta segunda-feira (7) em sua segunda fase. Os representantes dos diversos países participantes começaram as negociações sobre a elaboração do acordo. Eles vão discutir principalmente as questões de angariação de fundos relacionados às mudanças climáticas após 2020 e a implementação do princípio de "responsabilidade comum, mas diferenciada".

Para impulsionar o progresso das negociações, o chanceler francês e o presidente da conferência, Laurent Fabius, nomeou mais de 10 ministros como coordenadores. Os altos-funcionários provenientes de diferentes países vão ajudar a encontrar uma solução adequada para os tópicos divergentes. Fabius apelou às diversas partes que acelerem as negociações e alcancem um acordo final até o dia 11 deste mês.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, elogiou ontem que as diversas partes já contribuiram muito para a promoção das negociações.

O vice-diretor executivo do Instituto de Pesquisas Energéticas da China, Zhou Dadi, afirmou que o fornecimento de fundos pelos países desenvolvidos para as nações em desenvolvimento é uma obrigação estipulada na Convenção-Quadro da ONU sobre as Mudanças Climáticas. Os países ocidentais devem assumir suas responsabilidades e oferecer mais ajuda para as nações emergentes.     
tradução:Zhao Yan
revisão:Layanna Azevedo



China se tornará o maior mercado de automóveis elétricos do mundo



      As vendas de veículos elétricos na China devem atingir de 220 mil a 250 mil unidades neste ano, ultrapassando os Estados Unidos e vindo a ser o maior mercado do mundo, previu no domingo a Associação de Fabricantes de Automóveis da China (CAAM, em inglês).

  As vendas mundiais de automóveis elétricos chegarão a 600 mil unidades, e estima-se que o número para o mercado norte-americano seja de 180 mil, disse Xu Yanhua, vice-secretária-geral da CAAM.

  Apesar da China ter registrado um rápido crescimento na venda de veículos elétricos, deve-se focar na qualidade em vez da quantidade a fim de se alcançar um desenvolvimento sustentável da indústria, anunciou Xu em uma conferência da indústria.

  Xu acrescentou que terá que examinar e supervisionar especialmente a segurança dos veículos e a qualidade das baterias.

  O setor de veículos de nova energia do país experimentou um crescimento explosivo durante os últimos dois anos graças às políticas de apoio do governo, incluindo subsídios e reduções tributárias.

  Durante os primeiros dez meses deste ano, as vendas de automóveis elétricos na China aumentaram 290% anualmente para 171.145 unidades, segundo os dados da CAAM.

      Ban Ki-moon elogia papel positivo da China no combate às mudanças climáticas


O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, disse nesta segunda-feira que a delegação chinesa na Conferência do Clima em Paris cooperou estreitamente com outros países, fazendo contribuições para promover as negociações sobre o clima. 

Ban Ki-moon elogiou os compromissos feitos pelos líderes chineses, dizendo que "a China dedica-se não apenas ao tratamento da poluição do próprio país, como também contribui para as negociações que ocorrem em Paris."

O secretário-geral se referiu especialmente às duas declarações sobre o clima que a China fechou respectivamente com os Estados Unidos e a França, que "podem servir como um exemplo positivo da cooperação Sul-Norte", sobretudo no tratamento das questões de "responsabilidade diferenciada" e "alcance de metas".
Tradução: Laura

Revisão: Layanna