domingo, 19 de março de 2017

Dois gigantes reunidos



China e Arábia Saudita impulsionam parceria estratégica integral
2017-03-16 19:34:18portuguese.xinhuanet.com 









O presidente chinês Xi Jinping (e frente) realiza uma cerimônia de boas-vindas para o rei saudita Salman bin Abdulaziz Al Saud antes de suas conversas em Beijing, capital da China,  em 16 de março de 2017. (Xinhua/Li Xueren)



Beijing, 17 mar (Xinhua) -- O presidente da China, Xi Jinping, e o rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdulaziz Al Saud, que está visitando Beijing, concordaram que os dois países fortalecerão sua cooperação em todas as áreas e promoverão sua parceria estratégica integral.

Na reunião de quinta-feira em Beijing, Xi lembrou sua visita à Arábia Saudita no ano passado, durante a qual ele chegou a consenso com o rei Salman para impulsionar as relações bilaterais e consolidar a cooperação em assuntos internacionais e regionais.

O presidente expressou satisfação em ver que o consenso foi implementado por ambos os lados.

A China apoia a Arábia Saudita em seu avanço pelo caminho de desenvolvimento adequado a suas condições nacionais, ao mesmo tempo que mantém a soberania nacional, a segurança e os interesses de desenvolvimento, e desempenha um maior papel nos assuntos regionais e globais, disse Xi.

A China apoia a Arábia Saudita em seu plano "Visão Saudita 2030", e dá as boas-vindas para que o país seja parceiro na Iniciativa do Cinturão e Rota.

A China é um mercado confiável e estável para o petróleo da Arábia Saudita, disse Xi, esperando uma cooperação mais estreita em áreas como energia, comunicação, aviação, finanças e investimento, cultura, educação, saúde pública, tecnologia, turismo, mídia e segurança.

Xi comentou que a China e os países muçulmanos se respeitam mutuamente e são um exemplo de coexistência harmoniosa entre civilizações.

Quanto aos assuntos do Oriente Médio, a China defende o respeito à soberania nacional e a não interferência nos assuntos internos, afirmou Xi.

A China defende a solução de disputas através do diálogo, a redução das tensões em assuntos controvertidos, aproveitar melhor o papel importante da Organização das Nações Unidas e prestar mais atenção à voz de organizações regionais e dos países, acrescentou.

A solução de muitos assuntos no Oriente Médio está no desenvolvimento, assinalou Xi.

Segundo ele, a China deseja impulsionar a Iniciativa do Cinturão e Rota com os países ao longo da rota, incluindo os países do Oriente Médio.

O rei Salman expressou sua adesão à política de Uma Só China, e prometeu consolidar a cooperação com a China nas áreas de comércio, investimento, finanças e energia, com o fim de atualizar sua parceria estratégica integral.

A Arábia Saudita elogia profundamente a posição da China de não interferência em assuntos internos de outros países e de solução das disputas através do diálogo e por meios pacíficos, indicou.

O rei Salman também reconheceu o papel da China na manutenção da paz e segurança internacionais, expressando seu desejo de ver um maior papel da China nos assuntos do Oriente Médio.

Após o encontro, os dois chefes de Estado testemunharam a assinatura de acordos de cooperação em comércio, economia, energia, capacidade, cultura, educação e tecnologia.

Também assistiram à cerimônia de encerramento de uma exibição de patrimônios arqueológicos da Arábia Saudita.

O rei Salman está em uma visita de Estado à China de 15 a 18 de março a convite de Xi. Esta é sua primeira visita à China desde que se tornou rei da Arábia Saudita em 2015.